4 razões para amar joias em prata

Assim como o ouro, a prata é considerado um metal nobre e está presente desde a antiguidade na história da humanidade e da joalheria. Conheça motivos para acrescentar as joias em prata 925 em seu porta joias.


1) História

A prata é conhecida pelo homem desde a Pré-História, estimando-se que a sua descoberta se fez pouco depois da do ouro e do cobre. A referência mais antiga que se conhece ao elemento é o livro do Gênesis. Os Egípcios consideravam o ouro como o metal perfeito, atribuindo-lhe o símbolo de um círculo, enquanto a prata era tida como a mais próxima do ouro em perfeição, pelo que lhe foi atribuído o símbolo de um semi-círculo. Este semi-círculo terá dado origem, mais tarde, a uma lua crescente, provavelmente devido à semelhança entre o brilho do metal e o da lua. Os Romanos chamavam a prata de argentum (ag), mantendo-se este como nome internacional do elemento, de onde deriva o seu símbolo químico.

Tal como o ouro, a prata era considerada pelos Antigos um metal quase sagrado e por conseguinte, de uso extremamente restrito. A sua maleabilidade e ductilidade tornam-na ideal para fins decorativos. Era também usada no pagamento de dívidas, na decoração pessoal ou na ornamentação de locais religiosos e em utensílios nas casas das classes mais abastadas.


2) Simbologia

A Prata é o metal da Deusa, a Lua, a noite, o secreto, o misterioso, a Alta Sacerdotisa, a energia feminina, a força da vida em seu aspecto oculto. A Prata vem em seguida ao Ouro em sua condutividade elétrica e também harmoniza bem com a maioria das gemas. Enquanto o Ouro emana uma energia extrovertida, a Prata é introvertida, enquanto o Ouro engendra autoconfiança, a Prata encoraja a autocontenção e reflexão introvertida. Enquanto o Ouro inflama com Luz ígnea, a Prata é um espelho para a alma, o metal da luz da Lua. Por ser encontrada em sua forma pura, foi um dos primeiros metais a ser utilizado pelos humanos, sua beleza e raridade fizeram com que fosse usada para fazer imagens divinas e peças para oferendas.

A Prata funciona melhor com pedras que estimulam as habilidades psíquicas e/ou trabalham para curar o corpo emocional. Auxilia na exploração dos reinos interiores profundos da emoção e intuição, pode ajudar a aguçar as habilidades empáticas da pessoa. Auxilia  a pessoa a abraçar o mistério e render-se ao desconhecido, para aqueles que perderam a percepção do mistério em suas vidas, a Prata pode ajudar na redescoberta da excitação de tudo que é desconhecido.

Ajuda a esfriar o excesso de calor no corpo e é uma boa equilibradora para mulheres vivendo desequilíbrios hormonais. É também uma excelente agente antibacteriana e antiviral, podendo ajudar a estimular a capacidade do sistema imunológico de enfrentar infecções.

A Prata é um amuleto protetor bastante popular, na China, crianças pequenas são protegidas por medalhões de prata ao redor do pescoço. Casais franceses prestes a se casar também se protegem com correntes de prata. A noção de que bala de prata podem destruir vampiros e lobisomens foi difundida pela literatura moderna e pelo cinema. Em contos de fadas, a Prata simboliza a jornada pela floresta negra e o confronto com o mistério. É um símbolo do reino inconsciente, o mundo da alma, de onde os padrões arquetípicos da vida surgem.


3) Joias democráticas

Mesmo sendo um metal nobre como o ouro e a platina, a prata tem um custo mais baixo pois ela é encontrada em maior abundância. Ela é um metal nobre, pois não enferruja ou está sujeita a outras reações como essa. O continente americano é o que mais faz mineração de prata e o México é o maior produtor do mundo.

As joias em prata são consideradas artigo de luxo acessível pois atendem aos mais diversos bolsos. A sua popularidade não está só ligada ao valor econômico, mas também a diversidade e variedade de modelos e tendências. São peças versáteis que podem ornar com os mais diversos estilos pessoais e ocasiões de uso.


4) Durabilidade

Os metais nobres sempre são misturados com outros tipos de metais na hora da confecção de joias. Isso porque os metais como ouro e prata são maleáveis. Portanto, não é possível produzir uma peça utilizando em sua composição apenas o metal nobre. Por isso, as joias são feitas de uma liga onde o metal nobre ocupa a maior parte da composição e uma pequena porcentagem de outros metais é inserida. Nesse procedimento, é possível conseguir uma rigidez a peça que vai permitir que ela seja mais resistente.

O metal puro é considerado prata 1000 e para a alta joalheria somente serão consideradas aquelas as joias compostas por 92,5% de prata e 7,5%, tendo a nomenclatura de prata 925 ou prata de lei. Joias produzidas em Prata 925 tem alta durabilidade e brilho. Ela possui em Sendo assim, um investimento para a vida toda. Resistindo ao desgaste do tempo.

Diferente de uma semijoia, as joias em prata são produzidas com metais nobres, que podem ser revitalizados e voltarem ao seu estado original eternamente, sendo essa uma das principais características de uma joia, a durabilidade.